Home Destaque Conheça os destinos abertos a viajantes vacinados contra a Covid-19

Conheça os destinos abertos a viajantes vacinados contra a Covid-19

0
4170
Islândia

Com a chegada da vacina e a imunização aumentando no mundo todo, a retomada do turismo está cada dia mais perto. Por este motivo, alguns destinos estão abrindo as suas fronteiras para os viajantes que já foram imunizados contra a Covid-19. Veja seis deles:

Chipre

Os viajantes que fornecerem prova de que receberam as duas doses da vacina contra a Covid-19 terão permissão para visitar o país no Mediterrâneo sem precisar mostrar um resultado de teste PCR negativo na chegada. No entanto, a data de início destas novas regras ainda não tem data definida. Por ora, os visitantes que chegam ao Chipre precisam apresentar teste PCR negativo feito 72 horas antes da viagem ou fazê-lo na chegada, além de ficar em quarentena por duas semanas.

Estônia

Os turistas que apresentarem prova de que se recuperaram da Covid-19 nos últimos seis meses ou que já foram imunizados com as duas doses da vacina contra Covid-19 de algum dos nove fornecedores em todo o mundo terão permissão de entrar no país sem necessidade de quarentena. Apenas certificados de vacinação escritos em estoniano, russo ou inglês serão reconhecidos e os visitantes que já tiveram Covid-19 deverão apresentar um atestado médico, bem como um teste PCR negativo recente. Os demais turistas ainda precisam apresentar teste PCR negativo obtido dentro de três dias antes da chegada e fazer quarentena obrigatória de dez dias.

Geórgia

A Geórgia também suspendeu as restrições para viajantes vacinados com as duas doses de qualquer vacina contra a Covid-19. Já os viajantes não vacinados devem apresentar um resultado negativo no teste PCR feito 72 horas antes da viagem e são obrigados a fazer um segundo teste no terceiro dia de sua estada, às próprias custas. Quem esteve no Reino Unido nos últimos 14 dias de sua visita deve passar por uma quarentena obrigatória de 12 dias após entrar na Geórgia.

Islândia

Os viajantes totalmente vacinados de países da União Europeia que chegarem à Islândia a partir de 1º de maio não precisarão fazer quarentena obrigatória e nem apresentar teste PCR negativo. O comprovante da vacina deve estar impresso em islandês, dinamarquês, norueguês, sueco ou inglês, provando a aplicação de duas doses de uma das três vacinas principais contra a Covid-19. Já os turistas não vacinados devem fazer um teste para Covid-19 na chegada, entrar em quarentena por cinco a seis dias e fazer um segundo teste.

Polônia

Viajantes de países da União Europeia que apresentarem certificado que confirma a vacinação contra Covid-19 podem visitar a Polônia sem passar pela quarentena obrigatória de dez dias. Para os demais visitantes, a apresentação de um teste negativo para Covid-19, feito no máximo em 48 horas, é obrigatória.

Romênia

Os viajantes que foram vacinados com as duas doses contra a Covid-19 estão isentos da quarentena na chegada à Romênia. No entanto, a segunda dose da vacina deve ter sido administrada pelo menos dez dias antes da chegada. A comprovação da vacinação deve ser feita em documento expedido pela unidade de saúde que a administrou, seja ela na Romênia ou no exterior. Os demais viajantes são obrigados a cumprir quarentena de 14 dias. Quem apresentar um teste PCR feito pelo menos 72 horas antes da entrada deve ficar em quarentena por dez dias.

Seychelles

Os viajantes que já foram imunizados com as duas doses da vacina contra a Covid-19 podem entrar no destino sem a necessidade de quarentena de dez dias. No entanto, precisam apresentar um teste PCR com resultado negativo feito em 72 horas antes da viagem, bem como um certificado confirmando que o turista foi totalmente vacinado. Para os viajantes não vacinados, o isolamento por dez dias e resultado de PCR negativo obtido até 72 horas antes da chegada são obrigatórios.